segunda-feira, 15 de março de 2010

Esqueci o adeus.
E aquilo tudo ficou preso na minha garganta.
bastava um aceno.
Um sorriso...
mas não houve nada.
Esqueci até mesmo o teu nome,
e meu nome, pois mais nada me importava.
A não aquele som frenético
da canção estranha da qual não gosto
mas que não sai mais de minha cabeça...
e eu ainda a canto sem querer.
Esqueci que tinha voz e mãos...
esqueci que tinha boca ou emoção.
Só um coração que acelerava sem querer.
E pernas Que me fizerem correr sem direção...
Só oposta a aquele que deveria seguir...
mas que não podia ter.
Esqueci da letra que escrevi...
E meus dedos sangraram
em um acorde que soou ruim aos meus ouvidos.
Perdi a oportunidade e a meada
Perdi a letra e o sonho que desenhei...
o giz quebrou
e a corda do violão se partiu
e se partiu algo mais...
ue de tudo para esquecer do que senti,
mas é isso do que mais me lembro,
E agora?
E daí?
Uma garota em seu mundo monocromático
buscando o colorido das coisas.
Só esquecendo do que não quer esquecer
e lembrando do que não quer mais lembrar
e nem ter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas? Indagações? Palpites? Ideias? Epifanias?
Só para comentar mesmo?
Tudo bem!
A vontade!
Aberta a opiniões.
A agradeço a sua visita ao anjo sonhador.
Espero que volte sempre que quiser, serás bem-vindo.

Vasculhe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...