quinta-feira, 8 de março de 2012

Poema do caos


 
Minhas dores são psicossomáticas
Meu nervosismo terremoto
Quando me fecho, algo em mim se agita
Pronto para explodir sem aviso, sem hora.
Alguns me taxam de complicada
Para outros, simples e invisível
Posso me fazer sumir sem ser notada
Posso me fazer notar sem aviso.
Só não me julguem como algo só.
Só não me julguem por isso.
Minha reação depende do ligante.
Não sou só isso, ou só aquilo.
Minha “razão” pode ser sólida.
Meu pensamento, ingênuo, desordenado ou crítico.
Posso testar verdades com o silêncio...
Crer sem confiar.
O concreto pode me ser palpável e visível.
Mas minha emoção sublima e infesta o ar!

Lorem Krsna

2 comentários:

  1. As complicadas são as mais interessantes.
    Sempre tentamos decifrar.
    Belo Poema

    ResponderExcluir

Dúvidas? Indagações? Palpites? Ideias? Epifanias?
Só para comentar mesmo?
Tudo bem!
A vontade!
Aberta a opiniões.
A agradeço a sua visita ao anjo sonhador.
Espero que volte sempre que quiser, serás bem-vindo.

Vasculhe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...