sexta-feira, 26 de agosto de 2011

BREAD - Vasculhando o baú


A primeira vez que eu ouvi falar em Bread foi ainda este ano, ao assistir o último episódio do seriado global a mulher invisível. A música era  "Everything I Own", uma canção melodiosa dos romances de discoteca.
Imediatamente fui enlaçada, e acabei indo atrás da história da banda.
A primeira coisa que você deve saber, é que se você não é cinquentão, quarentão saudosista dificilmente sabe sobre o grupo de rock-soft dos anos 70, que embalava as discotecas com baladas românticas e alguns solos de guitarra. A não ser que assim como eu, você seja uma perdida no futuro, com amor por músicas meio de antigamente.
Bem, BREAD foi criada por David Gates, colaborador de grandes nomes como Elvis Presley e Merle Haggard. Ele criou Bread em 1968, mal sabendo que esta chegaria ao topo das paradas de sucesso em todo o mundo. Faziam parte do grupo além do próprio David, Jimmy Griffin, Robb Royer, e mais tarde entraria o baterista do grupo Michael Botts e o tecladista Larry Knechtel .
Para se ter uma ideia o primeiro single do grupo, "Make It With You", alcançou o primeiro lugar da parada norte- americana Billboard.
O álbum BREAD causou um grande sucesso, redendo diversas apresentações ao grupo, que ficou conhecido mundialmente, inclusive no Brasil, a que eu vim saber que embalou muitas noites de meus pais (rs) .
Suas canções foram facilmente assimiladas, além de "Everything I Own", outras de destaque foram 'if" (linda!), Baby I'm A Want You", "Guitar Man", "Infringement" e "Aubrey".
A banda veio a findar no ano de 1973, por conta (dizem) do choque de egos entre Gates e Griffin.
Mas como tudo o que é bom pedem bis, a banda veio a se encontrar três anos mais tarde  para lançarem um último trabalho, "Lost Without Your Love", que foi muito bem recebido por público e crítica.
David Gates lançou seus próprios álbuns, First e Never Let Her Go, em 1975, Goodbye Girl, em 1978, Falling In Love Again, em 1980, Take Me Now, em 1981, e Love Is Always Seventeen, em 1995. Tendo várias de suas canções gravadas por artistas como Julio Iglesias e Boy George. A canção que me enfeitiçou,  Everything I Own,  é uma homenagem a seu pai que foi a sua maior influência e principal incentivador.
Hoje David tem sua carreira direcionada ao Country, e ainda uma de suas canções , Goodbye Girl, recebeu a criação de um filme homônimo que rendeu  o Oscar de melhor ator para Richard Dreyfuss.
Do grupo hoje, apenas Gates e Robb ainda vivem, sendo que Griffin veio a falecer no ano de 2001, em novembro, em sua casa, na cidade de Nashville, de complicações advindas de um câncer no estômago. Jimmy tinha 61 e estava sob tratamento quimioterápico há muito tempo.
BREAD é um daqueles grupos que vale a pena ouvir, não importa a sua idade. Por isso, se você gosta, ou tem mera curiosidade em ouvir canções dos anos 70, seja bem vindo a este universo de romantismoe solos de guitarra!

Vale a pena conferir, eu recomendo.

Lorem Krsna


Canções famosas do grupo:

01- Dismal Day
02- Any Way You Want Me
03- It Don't Matter To Me
04- Make It With You
05- Look What You've Done
06- I Want You With Me
07- Let Your Love Go
08- Too Much Love
09- If
10- He's A Good Lad
11- Mother Freedom
12- Baby I'm - A Want You
13- Down On My Knees
14- Everything I Own
15- Diary
16- The Guitar Man
17- Aubrey
18- Sweet Surrender
19- She's The Only One
20- Lost Without Your Love
21- Soap (I Use The)
22- Ann
23- Never Let Her Go24- Goodbye Girl


2 comentários:

  1. Tenho 51 anos e sou músico. Como esquecer os bailinhos dos anos 70 e 80, embalados ao som dessa maravilhosa banda? Teu post me fez viajar. Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço a visita! É muito bom encontrar pessoas que ainda tem amor a boa música. :)

    ResponderExcluir

Dúvidas? Indagações? Palpites? Ideias? Epifanias?
Só para comentar mesmo?
Tudo bem!
A vontade!
Aberta a opiniões.
A agradeço a sua visita ao anjo sonhador.
Espero que volte sempre que quiser, serás bem-vindo.

Vasculhe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...