sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Dezoito anos

Meu aniversário.
Dezoito anos atrás nascia a que vos fala. E olha que eu dei trabalho até para nascer!
Mas enfim, não estou aqui para falar das particularidades do parto, afinal enquanto eu escrevo isso provavelmente devem estar acontecendo muitos outros no mundo mais interessantes. 
Atingi a maior idade com algumas decepções, admito:
1- Não vou tirar minha habilitação ainda, e nem poderia já que minhas habilidades em frente a uma direção continuam bem limitadas ainda (para ser sincera, não sei nem andar de bicicleta direito.).
2- Ao que parece ninguém que eu conheço tem muitas crenças que não vá mudar de opinião quanto ao curso universitário que eu escolhi (em outra palavras estão rolando as apostas se eu vou ou não largar a faculdade, isto é, quando eu entrar de fato. Não os culpo, posso ser levemente inconstante às vezes.), embora eu esteja realmente decidida.
3-Estou sem emprego. Está certo, nunca trabalhei de fato, mas com o alcance da maior idade espero mudar esse quadro.
4-Morar longe dos pais é bom pela sensação de finalmente estar cursando o seu caminho, mas às vezes é uma droga (com o perdão devido pela palavra). Não preciso nem explicar o porquê, quem esta na situação sabe.
5-Para mim continuo a mesma do outro dia. Não mudei nada que eu perceba. Não que eu esperasse alguma mudança, como uma luz ou epifania, mas isso é um tanto decepcionante, tenho que mencionar.
6-Vou ganhar de presente 180 questões, mais uma redação para responder um dia depois da data. Ao menos estou realmente animada pra responder as provas do Enem, e espero mesmo que seja um presente bom.Porém, isso me limita bastante quanto aproveitar a data de hoje.
7-Bom, eu não ia mencionar isso, mas é um fato considerável: Sem namorado. Na verdade culpa minha mesmo, tenho sérios problemas em demonstrar sentimentos abertamente que não sejam por escrito. Por isso alcanço a marca dos dezoito sem nunca ter tido um compromisso do tipo, e com minha mãe (que veio me visitar outro dia) me falando sobre como os rapazes me paqueram na rua e eu não percebo ou não ligo (primeira opção, acho que sou meio lenta nesse aspecto, o que é incrível visando o fato de que dizem que pareço ter resposta para tudo, e de uma maneira até atrevida- e não dizem isso com um aspecto bom.), o que me fez perceber que até ela, MINHA MÃE está apressada para que arranje um compromisso. Não a culpo, eu mesmo não aguento mais "ser candelabro" de três irmãos em mais um ano-novo. No início era engraçado mais está se tornando meio deprimente.
8-Ficar pateticamente vermelha em algumas situações, e não ter muita aptidão para mentir.
9-Não ter muita aptidão para evitar certos acidentes, ou caminhar em algum local plano sem encontrar algo para tropeçar. Além também de alguns incidentes com ônibus errado, e escadas... deixa para lá não é?

Vou deixar de listar isso. São reclamações demais. Vou deixar meu humor sarcástico um pouco de lado, afinal também há alegria! Não é por que estou mais perto da morte que tenho que ficar me reclamando assim. Apesar dos pesares tive um bom ano. Acho mesmo que nunca amadureci em um espaço tão pouco de tempo. Cresci exteriormente alguns centímetros também (um alívio), e esse vai ser meu primeiro aniversário em que vou ser titia! Isso mesmo, estar ao lado da pequena notável que eu mais adoro me faz realmente feliz nessa data (e olha que eu iria passá-la sozinha dessa vez, escapei por pouco.). Sinto-me mais realizada para tomar decisões importantes para mim, e estou mais satisfeita comigo mesma. Certo que ainda tenho um gênio um pouco... bem, ninguém é perfeita não é verdade? 
Cresci, engordei, me meti em confusão e saí de maneira brilhante na maioria delas. Aprendi muito sobre controle, e sobre sentimentos (embora ainda entre em contradição com os meus várias vezes). Continuo meio esfinge, mas não sou um enigma mais tão perigoso agora. DECIFRA-ME OU DEVORO-TE. Pode ser DECIFRA-ME OU FINGE, QUE VEJO SE ACREDITO. Tá bom, ainda é o primeiro, não teria muita graça se não fosse não é?
E também não estou preocupada com o fato que legalmente posso ser presa se fizer besteira. Não é muito meu feitio, já que não consigo dormir direito nem se furar uma fila (alguns chamam isso de ser trouxa).
E também não vou preparar uma festa de arromba, nem um bolo nem nada. Comemoro do meu jeito. Encho meu copo de coca-cola (lembrando o que minha irmã fala sobre coca e a marca do capitalismo selvagem, perdoável na data.), e simplesmente brindo a mais um dia, pedindo sorte para a prova do final de semana e felicidade para minha família e amigos espalhados por esse mundo e que nesse momento os sinto perto.
Tenho dezoitos anos. Não é pouca coisa. Tenho uma família maravilhosa, alguns amigos leais e de bons momentos, um lugar para onde sempre posso retornar se algo der particularmente e horrendamente errado (só pra constar, isso não é pessimismo Nara, se você estiver lendo esse texto.), já sei o que quero da minha vida e tenho pernas e braços para ir atrás disso. Estou mesmo indo bem, apesar de minhas crises,minha insegurança, minha falta de jeito com as pessoas, ter problemas em falar a palavra com "A", de minhas poucas magoas, impulsividades e hiperatividade.
É isso aí! E quero muito mais!
Tin tin!

3 comentários:

  1. Adorei o texto e realmente pra que comemorar o aniversário se na verdade é um passo pra mais perto da morte, mas aí vem uma questão que você deve considerar, comemora-se mais uma etapa que você cumprio com sucesso, ou não, comemora-se as vicências que lhe somaram nesses 18 anos. Quanto ao namoro, fique tranquila eu cheguei aos 19 sem ter tido um compromisso e nem por isso eu morri pelo contrário, isso fez de mim uma pessoa que valoriza, não só o compromisso, mas tambem as pessoas que me cercam, faça o mesmo, viva um dia após o outro e na hora certa Deus "atira" na sua vida a pessoa que vai te fazer se sentir preeenchida e daí por diante você vai ver que passou 18 anos, ou mais, de sua vida vivendo pela metada. Para quer se apressar e ser meio amada,e meio odiada, além da possibilidade de sofrer por conta de quem não merecería, sequer, uma lágrima sua o que dirá um pouco do seu amor próprio.

    Paciência a tua metade ta te procurando e na hora certa vai encontrar e depois disso o maior problema dela sera "EU".

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Absorvi cada palavra sua para ter que admitir que está certo!
    Não se preocupe, quando aparecer você vai ser o primeiro que terá que aprovar, depois de mim, claro...

    ResponderExcluir
  3. Legal conhecer um pouco mais das suas habilidades ao volante rsrs, brincandeira, gosto da forma como você coloca um pouquinho de você no "papel". E sabe o que vejo? Uma menina moça muiiito especial. Você ganhou um presente maravilhoso de Deus: ganhou mais um ano para viver e realizar cada uma dessas cosinhas. Aproveite, pois cada um virá no tempo certo. Parabéns

    ResponderExcluir

Dúvidas? Indagações? Palpites? Ideias? Epifanias?
Só para comentar mesmo?
Tudo bem!
A vontade!
Aberta a opiniões.
A agradeço a sua visita ao anjo sonhador.
Espero que volte sempre que quiser, serás bem-vindo.

Vasculhe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...